5.2.09

Afinal

Tenho saudades tuas e nem isso percebes. De repente há sempre outras prioridades vindas de um nada que sempre me pareceu longínquo. Eu sinto saudades mas acho que tu já não. E se sentes não o demonstras. Eu continuo a gostar de ti, a pensar primeiro em ti. Serás a minha primeira prioridade em todas as alturas da minha vida. Mas nunca ninguém me disse que ia ser correspondida eternamente. Nunca ninguém me disse que ias aprender a viver sem mim. Nunca imaginei que existisse algo que substitui-se os nossos abraços, beijos e as palavras de carinho. Nunca ninguém me disse que a vida é de uma imprevisibilidade suprema à qual eu não me consigo habituar, por mais que tente.

Ps: Vê se pões na cabeça que não é preciso ser tempestuosa para te demonstrar que estou triste.

4 comentários:

Marta disse...

Hmm.. espero que não tenha acontecido nada de grave! E eu estou aqui para tudo!!!

Beijinhos

Liliane ♥ disse...

Oh Jo, que se passa? =$
Não te quero triste, não não. =(

*

Laura disse...

Joana, onde é que estás ?

Eu hei-de te encontrar !

'C. disse...

faço das tuas minhas palavras.